Cromo 2017-08-14T17:17:35+00:00

Cromo

Para iniciar a customização, uma das primeiras etapas é definir quais serão os tons de cores da moto. Pode ser usado fosco, preto ou, para modelos mais clássicos, combinamos pinturas com cromados. Peças cromadas são utilizadas há muito tempo nas motocicletas, pela beleza do brilho extremo e pela facilidade de limpeza, manutenção e durabilidade. Entre as principais dúvidas está em que tipo de peça cromar. Nossa dica é para que os clientes optem por cromar peças que tenham algum tipo de valor agregado (afetivo ou real).

A cromeação de boa qualidade envolve valores elevados e opções quase infinitas. Só o que limita é o bolso. Podemos cromar desde parafusos até a moto toda. As peças mais comuns cromadas em customizações são bengalas, suportes, mesa, balança e rodas. Os materiais que podem ser usados são: ferro, latão, cobre, bronze, alumínio, inox e aço.

A cromeação por si só é um processo longo, passa primeiro pelos polimentos para alisar a peça, aos banhos de cobre, níquel e cromo. Em boas cromeadoras, a fila é grande. Então, sempre recomendamos que todas as peças da moto que deseja cromear sejam feitas de uma única vez para poupar a moto de ficar encostada posteriormente para realizar o serviço novamente.

Existem alguns tipos de tratamento com diferentes acabamentos, são eles: cromo, cromo fosco, cromo fosco acetinado, cromo acetinado, cromo acetinado escovado, níquel, níquel fosco, níquel acetinado, níquel acetinado escovado, níquel escovado, latão polido, ouro velho, zinco branco e zinco amarelo.

Tem alguma dúvida? Fale com a gente.